HOME HISTÓRIA NOTÍCIAS EVENTOS VÍDEOS WHAT'S UP? CALENDÁRIO RESULTADOS ENTREVISTAS HINO DO ZZ
 
O PORQUÊ DA SAÍDA
1. Por que você resolveu deixar a VP da regra dos 12 toques? Há quem diga que foi devido à saída do Pena da diretoria técnica, isso acontece? Você não acharia um substituto para esse diretor?

Primeiro que tudo, eu não deixei a VP da FPFM, apenas terminou meu mandato e não quero continuar. Quanto à saída de Pena, não teve influência na minha decisão, até por que ele não era Diretor Técnico, apenas colaborava e muito comigo. A minha decisão estava tomada bem antes de eu saber que ele iria viajar.

2. Você também entende que sua saída da VP dos 12 toques agravou ainda mais a situação, que já não era boa, do futmesa pernambucano?

Isso não sei, até por que, pode ser que quem assuma consiga unir os botonistas e fazer uma administração melhor que a minha.

3. Você teve prejuízo financeiro durante sua gestão? Se teve, por que não cobrou dos clubes?

Não foi questão de prejuízo, apenas avaliei mal a realização do Nordestão no hotel e o apoio e presença foi aquém da estimada, como o orçamento foi em cima de uma receita que não se concretizou, tive que arcar com a despesa prevista. Saliento que está tudo pago e registrado na planilha de prestações de contas da FPFM que entreguei a todos os coordenadores dos clubes.

4. Você já oficializou sua saída perante CBFM? Como ficarão os contatos com aquela entidade?

Conforme expliquei acima, não precisa oficializar a CBFM, apenas se faz necessário à regularização da documentação e formação de nova diretoria para o triênio 2011/2013 e posteriormente preencher e devolver a documentação enviada pela CBFM com os dados do novo comando da FPFM.

5. É verdade que você irá se dedicar exclusivamente à regra pernambucana (aquela da bola de borracha)? E como fica a questão do América?

Claro que não, até por que não estou jogando a regra pernambucana desde abril de 2009 quando pedi licença por prazo indeterminado. Quanto ao América, já estou com a carta pronta solicitando a filiação a FPFM, estou esperando apenas que tenhamos a mesma regularizada para encaminhar ao novo Diretor Administrativo da entidade.

6. Como ficará a situação daqueles que participavam de competições nacionais? Está claro que Pernambuco não terá vagas para esse tipo de certame.

Pernambuco sempre teve vaga nas competições Nacionais graças aos bons desempenhos dos nossos botonistas, acontece que no ano passado a CBFM exigiu a regularização de todas as Federações e Pernambuco ainda não conseguiu isto. As vagas do nosso Estado só dependem da Regularização.

7. Qual a situação real da nossa Federação? Há que diga que essa nunca existiu legalmente. Isso é verdade?

Claro que não é verdade, quando entrei na Diretoria da FPFM na gestão que agora termina, cumprimos todos os trâmites legais e demos entrada no cartório, acontece que ficaram em exigência alguns artigos e os comandantes nunca se interessaram em resolver. Quero deixar claro que como Vice Presidente eu era responsável apenas pela coordenação da modalidade 12 Toques, mas quem detém o poder de assinar a documentação assim como o controle de contas no Banco são o presidente e o tesoureiro da Entidade que são da Regra modalidade 1 Toque. Apenas esclarecendo, a FPFM sempre foi comandada pelos que fazem a Regra de 1 Toque, as outras duas regras oficiais de 3 Toques e 12 Toques apenas tem a representação oficial nos seus vices presidentes que é uma exigência da CBFM. Quando a diretoria desta gestão foi formada, fizemos uma reunião com os representantes dos clubes regulares da época que foram: Santa Cruz (que eu representava), AABB Recife representado por Manfredo da regra 3 Toques, Alexandre Freitas que era apenas praticante e 4 botonistas da Regra de 1 Toque, Humberto (que era do Náutico e jogava também 12 Toques), Carlos Alberto, Normando e Euclides. Na formação da Diretoria todos os 4 botonistas da Regra de 1 Toque assumiram cargos inclusive os de Presidente e Tesoureiro, ainda tentei colocar Pena como Diretor Técnico mas eles que eram maioria não aceitaram. No ano passado, quando estava por terminar o mandato desta diretoria, fui procurado pelo atual Tesoureiro que sugeriu que a gente (o pessoal de 12 Toques) assumisse o comando da FPFM. Naquele momento ainda tentei uma conciliação, mas não fui compreendido e desisti.

8. Por que não temos um botonista interessado em resolver essa questão? A situação é tão feia assim, ou o pessoal só pensa em jogar?

Temos sim botonista interessado em resolver a questão, como por exemplo, Pentinho e Adolfo do Sport,só que apenas isso não resolve, precisamos fazer mais coisas. Eu, nesta semana com ajuda de Adolfo que é advogado e entende do assunto, reeditei o Estatuto da Federação que está no cartório, fizemos as alterações e acredito que se pode dar entrada novamente no processo. Agora se faz necessário uma formalização de uma reunião com ata assinada pelos coordenadores dos clubes legalizados, AABB Recife, AABB Caruaru, Sport Recife e Liga Jardim Brasil, saliento que o Náutico, Santa Cruz estão irregulares e não poderão participar. Nesta Reunião elege-se uma nova diretoria dando entrada no cartório juntamente com o Estatuto revisado e assinado pelos presidentes dos clubes.

9. Quem você indicaria para ocupar, pelo menos interinamente, a VP? Por que tantas brigas nos bastidores dessa nossa regra?

Eu não posso indicar ninguém, os coordenadores dos clubes são quem devem se reunir e aprovar um nome para assumir e tentar resolver a documentação conforme expliquei no item anterior. Quanto às brigas vão sempre existir, principalmente quando se mistura a paixão clubística.

10. O Pentinho foi censurado pelo fato de querer ajudar sem ter alçada administrativa. Você não acha que isso pode afastar aqueles que querem colaborar? E por que aqueles que detêm esse poder não buscam uma solução mais efetiva?

Falei com Pentinho e ele entendeu, ele quis ajudar, porém partiu de maneira errada, ele não tinha o poder de responder pelo clube que joga, o caso foi esclarecido e ele vai ajudar dentro de suas possibilidades.

11. Por falar nisso, quem realmente tem poder de tomar decisões?

Com já expliquei, são os representantes legais dos clubes, Èder pela AABB Caruaru, Marcos, pela Liga, Alexandre Freitas pelo Sport e Eu pela AABB Recife, o que precisa é alguém tomar uma atitude e não ficar naquela ”estou sempre à disposição” e não se reunirem para tomar a decisão conforme já explicado acima.

12. Por que não pedimos ajuda ao pessoal da CBFM para tentar nos ajudar? Não é justo que acabemos com o futebol de mesa (regra dos 12 toques) devido à vaidade de alguns dirigentes.

A CBFM tenho certeza que ajudará, mas temos antes que nos regularizar. A modalidade 12 Toques não vai acabar nunca, pode ser que fiquemos apenas com núcleos de jogadores, e não acredito em vaidade de dirigentes o que existe são apenas brigas e rixas pessoais que podem ser contornadas.

13. Essas rixas fizeram com que você deixasse de promover o CAMPEONATO PERNAMBUCANO INTERCLUBES, que é uma competição tão bem aceita e de bastante êxito em outros Estados como São Paulo, por exemplo?

Foi importante essa pergunta, por que já me perguntaram o motivo de só termos tido essa competição em 2008. Acontece que baseado na experiência que vivi ,quando viajava muito pra São Paulo, pude acompanhar e constatar que o Interclubes fez crescer o botonismo naquele Estado aproveitando rivalidade salutar existente entre os Clubes. Em Pernambuco, esta competição serviu apenas para criar muita rivalidade pessoal entre os botonistas que torciam por clubes diferentes no Estado, ficou evidenciado que não poderíamos patrocinar qualquer competição dentro das dependências dos grandes clubes como Náutico, Santa Cruz e Sport, cumprindo o que determina o regulamento que obriga aos botonistas jogarem com a camisa do clube. Estes clubes citados não permitem que os visitantes vistam as camisas dos seus clubes em suas dependências o que obrigaria a fazermos as competições nos Clubes neutros como a AABB, por exemplo.

14. Para concluir, a modalidade 12 Toques melhorou ou piorou desde que você assumiu e agora?

Eu posso dividir a resposta em duas partes 1ª) MELHOROU no sentido estrutural, conseguimos nesta gestão adquirir 12 Campos com barrinhas e cavaletes, um computador com impressora que fazem parte hoje do patrimônio da modalidade. Isso fez com que tivéssemos informatizada toda a documentação, onde consta do cadastro dos clubes e botonistas, além de cartas e recomendações da CBFM e as tabelas de competições em planilhas desenvolvidas por mim e Pena com alternativas para grande variedade de quantidade de participantes e modelos de disputa. 2ª) PIOROU no sentido de participação e integração entre os botonistas, quando iniciamos tínhamos quase 60 jogadores e clubes como o Santa Cruz e Náutico com representantes disputando as competições, tanto que as Etapas tinham que ser feitas em dois dias, hoje temos menos de 30 contando todas as 3 categorias. A minha ideia de criar a competição CAMPEONATO INTERCLUBES, ao invés de dinamizar promovendo uma disputa sadia entre os clubes, conforme citei no item anterior, acabou por acirrar e criar inimizades entre botonistas que torciam por clubes diferentes e consequentemente o afastamento de bons jogadores. Saliento que não foi apenas isto que afastou alguns botonistas, é que muitos não entenderam que precisávamos ser mais austeros com relação a responsabilidades e obrigações dos botonistas, pois como perguntou acima, alguns só querem jogar e reclamar, não honrando nem seus compromissos básicos. (tem botonistas ainda devendo a FPFM sua inscrição no Brasileiro pago pela entidade) Outro fator negativo foi a falta de compromisso com a Federação de Clubes como o Santa Cruz, por exemplo, que disputou toda uma temporada, tinha o maior número de botonistas cadastrados, foi Campeão do Interclubes, no único ano que houve a competição, recebeu todos os prêmios e não pagou a anuidade da Federação Pernambucana de Futebol de Mesa. E ainda se afastou da Entidade sem nenhum documento pedindo licença. Sendo assim espero que esta próxima gestão possa resgatar os botonistas, fazer voltar os Clubes e crescer o Futebol de Mesa em nosso Estado.

Nota do editor: Normalmente colocamos as entrevistas que fazemos no link a elas destinado. Entretanto essa do Armandinho propositadamente foi escolhida para figurar na capa do site.É que essa notícia pode mudar e muito o destino do nosso futemesa.Basta dizer que interrompemos as nossas férias só para colocar no ar esse acontecimento. Para não ficar em cima do muro, dizemos que nossa opinião é que os coordenadores de clubes, a quem compete tomar uma atitude urgente, sejam rápidos e não deixem a peteca cair.Hugs for all...
  27/09/2018 - HELP PLEASE
  19/09/2018 - ASSIM É A VIDA...
  28/08/2018 - HOJE É DOMINGO...
  09/08/2018 - QUERO MEU ZEKACECH
  12/06/2018 - É MESMO????
  09/03/2018 - ETAPAS DO PE/2018
  22/01/2018 - Novidades
  20/09/2017 - RECORDAR É VIVER...
  31/08/2017 - EU BEM QUE FALEI
  07/07/2017 - MON DIEU!
  22/06/2017 - ISTO É BOM DEMAIS
  21/05/2017 - POR QUE NÃO?
  16/05/2017 - BOM, MAS CANSA
  10/03/2017 - ENFIM...
  13/02/2017 - VISÕES...
  12/02/2017 - COPA PE 2017