HOME HISTÓRIA NOTÍCIAS EVENTOS VÍDEOS WHAT'S UP? CALENDÁRIO RESULTADOS ENTREVISTAS HINO DO ZZ
 
NOSSO DESAFIO
Quando criança eu e meus amigos sempre inventávamos um tipo de bola para jogar a nossa tradicional pelada. Fazíamos bola de meia ou de papel e logo estávamos disputando um clássico que, na maioria das vezes, terminava com alguém chorando com um dedo do pé sangrando. Mas logo a dor passava e inventávamos outro jogo.
À noite era a vez do celotex. Nossos botões entravam em campo ou melhor no chão da cozinha da nossa casa ou da casa do vizinho e lá estávamos no maior derby de toda a história.
Dessa vez a bolinha era aquela que estivesse disponível. Podia ser uma de sabão envolto com farinha, uma de bombril, de miolo de pão, de algodão ou mesmo uma bolinha de rolimã, só que essa sempre quebrava um botão da gente. Era interessante quando nossos craques tocavam nessa pesada bola! Sempre havia um movimento marcha-ré.
A maneira como fazíamos as bolas é que era engraçada. As de algodão, por exemplo, sempre deixava fiapo na boca da gente. É que molhávamos o algodão com nossa saliva e modelávamos as bolinhas na mão. Essa mão voltava pra boca e assim continuava o processo de fabricação das mesmas.
Havia outro tipo de bola do qual gostávamos muito. Era mais limpo e mais fácil. Havia uns disquinhos que faziam com que as cortinas deslizassem nos trilhos. A gente retirava esses e os transformava na melhor bola do mundo.Só tinha um probleminha: a cortina da casa ficava pendendo de um lado e isso, quando descoberto, nos rendia uma surra.
Agora, a bola mais inusitada que ouví falar foi aquela do nosso amigo Marcelo Carioca. Ele simplesmente usava os CACHETES (era assim que chamávamos os comprimidos da época) como bola para jogar botão. Eu fico pensando se uma pessoa da sua família tivesse um dor de cabeça e pecisasse de tomar algum comprimido para tal, como ficaria o Marcelo?
Hoje a coisa tá mudada. Hoje jogamos futemesa e usamos bolas oficiais. Coisas do progresso. Entretanto, temos certeza, daríamos tudo para voltar àqueles tempos das exóticas bolinhas. Time goes so fast...
  27/09/2018 - HELP PLEASE
  19/09/2018 - ASSIM É A VIDA...
  28/08/2018 - HOJE É DOMINGO...
  09/08/2018 - QUERO MEU ZEKACECH
  12/06/2018 - É MESMO????
  09/03/2018 - ETAPAS DO PE/2018
  22/01/2018 - Novidades
  20/09/2017 - RECORDAR É VIVER...
  31/08/2017 - EU BEM QUE FALEI
  07/07/2017 - MON DIEU!
  22/06/2017 - ISTO É BOM DEMAIS
  21/05/2017 - POR QUE NÃO?
  16/05/2017 - BOM, MAS CANSA
  10/03/2017 - ENFIM...
  13/02/2017 - VISÕES...
  12/02/2017 - COPA PE 2017