HOME HISTÓRIA NOTÍCIAS EVENTOS VÍDEOS WHAT'S UP? CALENDÁRIO RESULTADOS ENTREVISTAS HINO DO ZZ
 
RAFA MOREIRA


Hoje vamos conversar com o nosso amigo Rafael Moreira, apelidado por nós de Rafa. É que já existe outro Rafael que também joga botão conosco e para diferençar começamos a chamá-lo carinhosamente de Rafa. Esse cearense bom de bola resolveu vir participar do campeonato pernambucano e, pra nossa alegria e orgulho, se filiou ao nosso time (AABB Caruaru).

Ele nos disse que desde a década de 80, quando não estava jogando futebol, estava nos gramados do ESTRELÃO que todos nós conhecemos na infância. Pra jogar botão ele tinha mais de 200 times (coisa de gente rica, pobre só tinha um e olhe lá). Fazia os campeonatos com um só participante. Imagine quem era e quem vencia... Depois que cresceu, conheceu outros passatempos ou ocupações fazendo com que ele deixasse de lado aquela brincadeira de criança. Na década de 80, assistindo a um dos programas locais, viu uma reportagem onde uma turma jogava o futebol de botão, modernamente chamado de futebol de mesa. Isso fez com que as lembranças viessem à tona e sem pestanejar voltou aos gramados. Hoje, após três anos da sua volta, Rafa já coleciona títulos e amigos por esse Brasil a fora.

- Rafael, me diga uma coisa: você acha realmente que o futebol de mesa é um esporte pra se fazer amizade ou é pura fantasia do pessoal?

- Certamente é pra fazer amizade. Claro que tem aqueles que, estando ali pra ganhar, às vezes exageram um pouco. Eu, graças a Deus, consegui bons amigos em todo o canto que passei. Esse fim de semana fiquei muito feliz ao ver um desses amigos ganhar , pela primeira vez, uma etapa do campeonato. Confesso que meus olhos lacrimejaram quando vi a alegria que ele estampava após a conquista.

É Rafa, você além de amigo é um cara que merece ser copiado. Mas, falando em amigo, você tem algum ou alguns ídolos nesse esporte?

- Tenho sim! No futemesa cearense eu cito o Manoel Moura e o Klerton. São dois jogadores com estilos diferentes. Um muito técnico e outro excelente chutador. Aprendi muito com ambos. Em Pernambuco a gente aprende muito com o Eder Sergio e o Armandinho e a nível nacional tem o Sr. Nilson e o seu filho Robertinho, jogadores de primeira linha e pessoas de ótimo caráter.

- Você considera o futemesa como um esporte caro pra ser praticado?

- Todo esporte tem seu custo. Um par de chuteiras boas, meiões e caneleiras custam o mesmo que um time de futebol de mesa, porém esse time dura por mais de cinco anos. Esportes como wolley, tênis, boxe, têm custos bem parecidos. Muitos acham que o futebol de mesa é uma brincadeira de criança e não vale a pena gastar com o mesmo.

- (eu acho caro, não escondo isso...) Falando em cifras, não fica dispendioso jogar em Pernambuco quando você reside em Fortaleza?

- Olha! Sou apaixonado por futemesa e gosto de competições. Nosso clube está passando por reformas e estamos sem condições de praticar o futebol de mesa. Nosso campeonato de 2011 ainda não começou e provavelmente será realizado num único dia. Não pensei duas vezes quando surgiu a oportunidade de vir jogar com vocês. Quanto à questão financeira, eu tenho família aqui em Recife. Eles me ajudam na hospedagem e transporte na cidade. O resto é só prazer em estar com eles e jogar botão com vocês. (grato pela parte que me cabe, Rafa)Rsrsrsrsr

- Agora, uma pergunta que não poderia faltar: Por que AABB Caruaru e não outro clube? <br.
- É como já lhe disse. Tudo se deve aos amigos que ganhei com o futebol de mesa e a forma com que sempre fui tratado por eles

- Sério, Rafa! Que legal!

- Mas não é cansativo?

Quando se gosta, nada é cansativo. Eu jogo porque gosto e com a recepção que tive não dá nem pra pensar em cansaço. Enquanto tiver prazer em jogar botão farei o possível para participar de campeonatos.

- Por falar em campeonato, você faria algumas mudanças no nosso? -

- É um campeonato interessante e devido à quantidade de participantes fica muito complicado criar um protótipo. Sempre há necessidade de ajustar a forma à quantidade de inscritos. Talvez utilizando o critério do Sul onde se faz divisões, com 8 em cada e com ascenso e descenso. Já tentamaos utilizar essa forma aqui no Ceará, porém não deu certo devido à quantidade de participantes. Entretanto acho uma forma muito interessante.

Ok, Rafa! Falou como um legítimo campeão!

  16/12/2016 - BEL
  26/05/2015 - ENTREVISTA COM MARCELO UCHOA
  26/05/2015 - ENTREVISTA COM MARCELO UCHOA
  30/09/2013 - MATHEUS TINÉ
  05/05/2013 - ENTREVISTA COM FLÁVIO AFA
  30/08/2011 - RAFA MOREIRA
  19/05/2011 - HUMBERTO SECURÃO
  13/02/2011 - PP
  11/09/2010 - LUIZ CARLOS
  28/08/2010 - O ALAGOANO ROBERTO
  28/05/2010 - ÁLVARO PATRÍCIO
  22/05/2010 - AKILES CUSTÓDIO
  14/05/2010 - SÉRGIO ARAGÃO
  05/09/2010 - DIDI VASCAIANO
  02/05/2010 - O CAMPEÃO MARCELLUS
  19/04/2010 - MARCELO CARIOCA