HOME HISTÓRIA NOTÍCIAS EVENTOS VÍDEOS WHAT'S UP? CALENDÁRIO RESULTADOS ENTREVISTAS HINO DO ZZ
 
HUMBERTO SECURÃO


Essa nossa entrevista de hoje era bastante esperada uma vez que há mais de três anos tentamos conversar com esse ídolo do futemesa, porém ele não nos atendia. O porquê não sabemos e nem tentamos saber os motivos. Mas valeu esperar. Esse cara bate um bolão. Joga e muito bem em todas as regras do futebol de mesa e sempre está colecionando títulos. Recentemente foi contratado pelo Sport Recife e vai defender o rubronegro no campeonato desse ano. Será que vai ocupar o espaço deixado pelo super Pena? Bom, isso a gente vai saber ao final do ano.

Humberto, conta pra nós como tudo começou...

- Aos nove anos comecei a jogar com o meu amigo Roberto Santana na cidade de Garanhuns. Usávamos um campo semi-oficial, o MACAXEIRÃO. Aos onze anos de idade eu fui morar em Recife e conheci, no centro da cidade, um lugar que vendia botões: A BANCA DO GASOLINO. Aí foi só alegria. Voltei a jogar no velho ESTRELÃO; depois conseguí fazer um campo semi-oficial onde jogava o velho e bom LEVA-LEVA. Passei uns tempos afastado do botão e só voltei a jogar com trinta anos. Aconteceu que fui levar o meu convite de casamento para o tio da minha noiva, tio Hércules, e lá eu vi um campo por ele feito em MDF. Não deu outra. Jogamos uma partida com bola de borracha. Foi amor a primeira vista. No dia seguinte já estava com o telefone do seu Armando, pai do Armandinho. Ele não tinha time pronto para me vender aí eu comprei o time dele, o AMÉRICA. Pra chegar ao Santa Cruz, onde conheci o pessoal da regra dos 12 toques, foi um passo. Lá encontrei o Armando, o Albérico, o Vandré, o Zig e muitos outros. Mas não cheguei a jogar. Eu estava encantado com a regra da bola de borracha e jogava nas terças-feiras na casa do Seu Hércules e nas quintas-feiras eu ia pra o IPSEP.

Você, que joga em todas ou quase todas as regras do futebol de mesa, é o cara ideal para me responder: Qual a regra que considera melhor e qual a que você mais gosta?

- A que mais gosto é a de um toque; a que acho mais interessante é a da bola de borracha (BOTÃOBOL); a mais jogada é a dos 12 toques. A melhor? Bem ,a melhor nem DEUS sabe...

Pô cara! Você foi bastante didático na sua resposta. Rsrsrsrsrs

Você faria alguma alteração na regra dos 12 toques?

- Gol contra de goleiro é dose... simplesmente acho injusto.

Você passou uns tempos afastado da regra dos 12 toques, isso tem algo haver com a paixão pela de 1 toque?

- Realmente gosto mais de jogar a de um toque e fica muito difícil conciliar com outras regras. Aí entra o fator tempo, dois meninos para criar, trabalho, etc e tal...

Ok, entendi. Mas me diga um coisa: qual as suas maiores conquistas, títulos ou coisa parecida?

- Olha, cara! Vou te falar sinceramente! Minhas grandes conquistas e títulos são meus amigos. Tenho vários ídolos, aqueles que jogam bem. Cito o Pena, o Layete, o Ribamar, o Armando, o Cláudio, o Educardo Caldas e o SECURÃO (quando jogo comigo mesmo).

- Gostei da modéstia, rsrsrsrsr.

Que acha dos dirigentes do futemesa?

- Tem pessoas que fazem as coisas acontecerem. Nesse item cito Hércules, Eder Sergio, Normando, Claribenor, Abiud, Akiles, Pena, Zeh Edson, Alexandre, Roberto Santana. Agora o José de Sá (Náutico) é diferente. Esse realmente é o meu ídolo. É o único que joga pouquíssimo e muito já fez pelo futmesa.

- Esse pra nós é novidade...

Pra esquentar essa nossa conversa, você chega no Sport para ser o novo ídolo, prometendo títulos, ou vai esperar pra ver o que acontece?

- Não, não sou o novo ídolo do Sport. Mas vou trabalhar bastante para ficar entre os primeiros.

Você acredita na quebra da hegemonia dos grandes ídolos atuais ( Pena, Armandinho, Eder Sergio)?

- Seria ótimo que isso acontecesse.Isso faria o futemesa crescer em Pernambuco.

Na questão financeira, como você vê o profissionalismo no nosso esporte? Conhece alguém que ganha pra jogar?

- Estamos muito longe disso.Se conseguíssemos levar o pessoal pra jogar o Brasileiro a custo ZERO já seria uma ótima REMUMERAÇÃO.

Por que há tanta desavença no futemesa em nosso Estado?

- Falta o diálogo, a amizade. Hoje temos duas Federações em Pernambuco.Para o bem do nosso esporte, vamos trabalhar pela unificação.

E quanto à divulgação ? O futemesa é bem divulgado? O que falta?

- Sempre precisamos melhorar, não podemos é desistir.

Por que a renovação no futebol de mesa é muito tímida?

- É difícil concorrer com os jogos eletrônicos. Seria ótimo que jogássemos botão com nossos filhos ( eu já faço isso), com certeza eles tomariam gosto pelo botão.

Concorda que sem renovação o futemesa tende a desaparecer?

O futebol de mesa está em depressão. Mas temos que perder o medo de ensinar. Precisamos abrir mais clubes em nosso Estado.

Valeu Humberto! Só não sabemos como começar...
  16/12/2016 - BEL
  26/05/2015 - ENTREVISTA COM MARCELO UCHOA
  26/05/2015 - ENTREVISTA COM MARCELO UCHOA
  30/09/2013 - MATHEUS TINÉ
  05/05/2013 - ENTREVISTA COM FLÁVIO AFA
  30/08/2011 - RAFA MOREIRA
  19/05/2011 - HUMBERTO SECURÃO
  13/02/2011 - PP
  11/09/2010 - LUIZ CARLOS
  28/08/2010 - O ALAGOANO ROBERTO
  28/05/2010 - ÁLVARO PATRÍCIO
  22/05/2010 - AKILES CUSTÓDIO
  14/05/2010 - SÉRGIO ARAGÃO
  05/09/2010 - DIDI VASCAIANO
  02/05/2010 - O CAMPEÃO MARCELLUS
  19/04/2010 - MARCELO CARIOCA